Graduação


LOCAL

Fanorte Campus Cacoal

HORÁRIO

Noturno

DURAÇÃO

5 Anos

INVESTIMENTO

Sob Consulta

Objetivos do curso

  • Capacitar profissionais para a atuação em equipes multidisciplinares;
  • Ofertar ao setor produtivo, Engenheiros Agrônomos que atuem em diferentes nichos de mercado, utilizando os recursos naturais, ambientais e tecnológicos de forma sustentável;
  • Formar profissionais aptos a promover, orientar e administrar a utilização dos fatores de produção, com vistas a racionalizar a produção vegetal e animal, em harmonia com o ecossistema;
  • Formar Engenheiros Agrônomos capazes de gerar tecnologias e métodos para superar os desafios do setor produtivo;
  • Estimular a criatividade para o desenvolvimento de novas tecnologias que sejam ambientalmente corretas, socialmente justas e economicamente viáveis;
  • Capacitar os profissionais para atuarem como empreendedores e promover melhorias na cadeia do agronegócio local e nacional;
  • Formar Engenheiros Agrônomos capazes de atuarem em diferentes seguimentos das Agroindústrias do estado de Rondônia, que são: laticínio, produtos cárneos (suínos, bovinos, aves e peixes), ovos (granja e entrepostos), mel, alimentos gerais (panificação, doces e outros), polpa de frutas, farinheira, derivados de cana, sucos e bebidas, condimentos, café e vegetais minimamente processados;
  • Capacitar os futuros profissionais ao planejamento, pesquisa e utilização de processos e técnicas adequadas à solução de problemas relacionados ao desenvolvimento qualitativo e quantitativo dos produtos agropecuários no contexto regional e nacional;
  • Proporcionar formação técnica e humanista ao corpo discente de modo a promover o desenvolvimento de sua capacidade de compreensão da realidade e de sua habilidade para criar e implementar decisões;
  • Formar profissionais para avaliar o impacto das atividades profissionais no contexto social, ambiental e econômico;
  • Promover a reflexão sobre o impacto da aplicação de novas tecnologias nos processos produtivos primários e de transformação;
  • Proporcionar condições para o desenvolvimento de profissionais que sejam capazes de buscar novas fronteiras de atuação. E contribuir para o avanço econômico e social através da adaptação, criação e/ou desenvolvimento de tecnologias sustentáveis.

Missão do curso

Contribuir diretamente com a missão de promover a formação de profissionais cidadãos, aptos a valorizar as referências das culturas locais e a contribuir para o desenvolvimento regional sustentável. Com capacidade para desempenho profissional com base científica, capazes de solucionar problemas e orientar o uso de técnicas modernas nas diferentes áreas da agronomia (solos; fitotecnia; fitossanidade; economia, administração e extensão rural; zootecnia; engenharia rural; ecologia e manejo ambiental; horticultura; silvicultura; tecnologia de produtos agropecuários; metodologia cientifica e experimentação; e deontologia).

Perfil do egresso

Pretende-se que o Engenheiro Agrônomo formado pela Instituição de Ensino Superior de Cacoal (FANORTE CACOAL) apresente um perfil profissional com condições para atuar com competência em diversos campos de atuações no respectivo contexto social. Tenha uma sólida formação generalista, que lhe favoreça uma visão global e sistêmica da agricultura, do rural e da sociedade global, visando um desenvolvimento sustentável, que considere as dimensões técnico-econômicas, socioculturais, ambientais, políticas e éticas.

O profissional egresso do Curso de Agronomia desta IES deverá ter um espírito empreendedor, sempre abrangendo novas oportunidades de atuação, tanto nos setores públicos e/ou privados, em atividades de planejamento agropecuário, incluindo a implantação, manejo e preparo da produção, incluindo colheita, armazenamento e processamento industrial. A formação desses profissionais irá auxiliar no desenvolvimento de tecnologias, tanto no aspecto social quanto à competência científica e tecnológica que permitirão ao profissional uma atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas.

Estes Engenheiros Agrônomos também estarão aptos para o gerenciamento das atividades como marketing e comercialização dos produtos, avaliação econômica dos empreendimentos e em atividades ligadas ao ensino, pesquisa e extensão. Deverá estar apto a compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidade, com relação aos problemas tecnológicos, socioeconômicos, gerenciais e organizativos, bem como utilizar racionalmente os recursos disponíveis, além de conservar o equilíbrio do ambiente. Explorando com isso as potencialidades disponíveis frente à realidade dos diferentes setores de produção agrícola.

A proposta da estrutura curricular do Curso de Agronomia da Instituição de Ensino Superior de Cacoal (FANORTE CACOAL) atende RESOLUÇÃO Nº 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Engenharia Agronômica ou Agronomia e dá outras providências. O Artigo 6º esclarece que o curso de Engenharia Agronômica ou Agronomia deve possibilitar a formação profissional que revele, pelo menos, as seguintes competências e habilidades:

a) Projetar, coordenar, analisar, fiscalizar, assessorar, supervisionar e especificar técnica e economicamente projetos agroindustriais e do agronegócio, aplicando padrões, medidas e controle de qualidade;

b) Realizar vistorias, perícias, avaliações, arbitramentos, laudos e pareceres técnicos, com condutas, atitudes e responsabilidade técnica e social, respeitando a fauna e a flora e promovendo a conservação e/ou recuperação da qualidade do solo, do ar e da água, com uso de tecnologias integradas e sustentáveis do ambiente;

c) Atuar na organização e gerenciamento empresarial e comunitário interagindo e influenciando nos processos decisórios de agentes e instituições, na gestão de políticas setoriais;

d) Produzir, conservar e comercializar alimentos, fibras e outros produtos agropecuários;

e) Participar e atuar em todos os segmentos das cadeias produtivas do agronegócio;

f) Exercer atividades de docência, pesquisa e extensão no ensino técnico profissional, ensino superior, pesquisa, análise, experimentação, ensaios e divulgação técnica e extensão;

g) Enfrentar os desafios das rápidas transformações da sociedade, do mundo, do trabalho, adaptando-se às situações novas e emergentes.

Áreas de atuação

A amplitude do Curso de Agronomia permite a formação de profissionais habilitados em diferentes áreas das Ciências Agrárias, tais como:

  • Defesa sanitária - combater e prevenir doenças em rebanhos;
  • Topografia - medição de áreas, curvas de nível, planejamento físico;
  • Nutrição e Adubação - necessidades nutricionais das plantas, adubação química e orgânica;
  • Ensino - Lecionar em escolas públicas ou particulares de educação profissional ou em faculdades;
  • Paisagismo e Floricultura - cultivo de flores, construção de praças e jardins, arborização, gramados;
  • Controle Fitossanitário - controle químico, biológico e integrado de pragas e doenças das diversas culturas;
  • Melhoramento animal e vegetal - Realizar pesquisas e desenvolver técnicas visando à melhoria da produção;
  • Indústria e comercialização de alimentos - Supervisionar a estratégia de produção e de preços de alimentos de origem animal e vegetal;
  • Zootecnia - Controlar a produção de pastagens e grãos utilizados na agropecuária, planejar rebanhos bovinos e de outras criações animais;
  • Engenharia rural - Projetar obras em propriedades rurais, como nivelamento do solo e montagem de sistemas de irrigação para o plantio;
  • Processamento e Armazenamento de Grãos e Sementes - instalações e equipamentos para beneficiamento e conservação de grãos e sementes;
  • Pecuária - manejo, reprodução e melhoramento animal, formação de pastagens, conservação de forragens, construção de currais, estábulos e silos;
  • Silvicultura - Recuperar matas devastadas e cuidar do plantio e do manejo de áreas de reflorestamento. Preparar relatórios de impacto ambiental;
  • Conservação e Manejo dos Solos - sistemas de cultivo convencional e plantio direto, rotação de culturas, adubação verde, terraceamento e outras técnicas de conservação;
  • Produção agroindustrial - Gerenciar o processo de industrialização de produtos agrícolas, controlando a qualidade final da produção. Pesquisar novas tecnologias e produtos;
  • Administração rural - Gerenciar unidades de produção de propriedades rurais, desde o planejamento das compras até o gerenciamento de equipamentos e recursos humanos;
  • Economia e administração agroindustrial - Planejar e gerenciar as operações de distribuição e venda de produtos agrícolas. Coordenar programas de crédito rural para cooperativas e pequenos produtores;
  • Fitotecnia - Desenvolvimento e aplicação de técnicas de manejo e produção de plantas frutíferas, medicinais e ornamentais; produção de grãos, fibras, raízes, hortaliças, dentre outras. Acompanhar o emprego de adubos e do combate a pragas;
  • Manejo ambiental - Explorar racionalmente os recursos naturais, visando à preservação do meio ambiente, em atividades como elaboração de relatórios de impacto ambiental, manejo de dejetos, avaliação da aptidão das terras, saneamento de propriedades rurais, recuperação de terras degradadas e coordenação de projetos de reflorestamento.

O curso

O curso de Agronomia da Instituição de Ensino Superior de Cacoal (FANORTE CACOAL) constitui-se em um instrumento fundamental na determinação e seleção de prioridades educacionais para que o ensino de Agronomia contemple as necessidades da sociedade, observando as condições locais e ao mesmo tempo esteja dentro de uma realidade ampla que é o cenário nacional. O curso de Agronomia está em ascensão no contexto socioeconômico nacional e mundial, devido ao aumento da população e a diminuição das áreas agriculturáveis, resultando assim, em uma crescente demanda por uma produção agrícola eficiente, hábil, rápida e lucrativa.

Este curso foi estruturado para formação de Engenheiros Agrônomos com formação generalista, capaz de gerar e aplicar conhecimentos científicos e técnicas agronômicas, adequadas a uma agricultura racional e integrada à produção vegetal e animal, tendo uma sólida formação humanística, desenvolvendo consciência social, econômica, cultural e crítica das atividades pertinentes ao seu campo profissional, orientando a comunidade onde está inserido e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida do homem.

Docentes

  • Milene Silva de Souza - Coordenadora

Fale com a Coordenação